Segurança Pública
 
terça, 20 de março de 2007
Onda de assaltos gera insegurança aos duovizinhenses
Dois Vizinhos conta hoje com três investigadores, dois escrivãos, um delegado e sete policiais militares atendendo uma população de aproximadamente 40 mil pessoas.

Uma onda de assaltos à residências e a empresas nos últimos dias em Dois Vizinhos tem deixado os moradores bastante assustados e inseguros.
O assunto já virou inclusive destaque em muitos meios de comunicação regional e esta movimentando as autoridades competentes.
O empresário do setor de motocicletas, Carlos Eduardo Zancanaro teve seu apartamento assaltado na última semana onde foram roubados equipamentos eletrônicos e pertences pessoais.
De acordo com Zancanaro os ladrões entraram por uma janela e ele até ouviu barulho indo verificar, mas não viu nada de estranho durante a madrugada só percebeu o furto no dia seguinte. “Por ser um apartamento com segurança e em frente ao Pelotão da Policia achei que os bandidos não teriam a audácia de roubar em frente ao pelotão”. Comentou Carlos que acha que as autoridades competentes e políticos estão deixando de lado este assunto que é de extrema importância.
O proprietário da Neuro Matérias de Construção Neuro Trevisan que teve seu estabelecimento comercial assaltado nos últimos dias questiona “porque a RONE foi embora”, e “porque o grupo político do governador não faz alguma coisa” lembrando que o grupo da Administração Municipal é o mesmo do Governador do Estado. Neuro cita que a policia até tem vontade o que falta é estrutura física e pessoal.

Policia
A escrivã da Delegacia de Dois Vizinhos Clélia Bazi informou que um novo concurso para a policia deve sair logo e a questão de mais investigadores deverá ser solucionado parcialmente.
Ao falar dos furtos na cidade Clélia informa que mais de 50% são menores envolvidos e que em mais de 90% dos casos estão ligados ao consumo de drogas. “Nós temos vários problemas de furtos, mas todos os casos pequenos e não são crimes de grande proporção”, comenta Clélia que diz ser o maior problema hoje os policiais terem que cuidar dos presos e a delegacia não ter um carcereiro. “Temos que ser baba dos presos”, lembra a escrivã informando que a delegacia encontra-se superlotada com 41 detentos sendo que a capacidade é de apenas 16 presos.
Segundo ela o município poderia ajudar contratando alguns estagiários que ajudariam no atendimento o que facilitaria o trabalho dos investigadores. Também lembra Clélia que a delegacia local precisa de uma faxineira para fazer a limpeza e a comida dos policiais. “Hoje nós pagamos do nosso bolso uma mulher para limpar a delegacia. A Administração Municipal poderia colaborar com uma servente concursada”, Sugestiona Clélia.

Câmara de Vereadores
Foi aprovado por unanimidade na última sessão da Câmara de Vereadores um requerimento do vereador Pedro de Jesus Colaço pedindo que seja enviado oficio as autoridades competentes solicitando a presença de mais policiais tanto civis como militares bem como mais estrutura para que estes(policiais) que estão atuando em Dois Vizinhos tenham condições de trabalho, podendo assim evitar a proliferação do consumo de drogas e diminuindo os furtos e outros crimes.


Legenda: O empresário Carlos Zancanaro diz que o maior problema é o descaso dos políticos competentes com a população que os avaliza para representar a região.

Fonte:
 
 
 
Rua Souza Naves, 395 - Centro
85660-000 - Dois Vizinhos - PR
(46) 3536-1321
2022 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual